top of page
  • Foto do escritorAlessandra Oliveira

Saiba como atualizar o cadastro do MEI

Entenda quais dados podem ser alterados e a importância de mantê-los atualizados.


É comum que, em algum momento, o microempreendedor individual precise fazer alguns ajustes em sua forma de trabalhar. E essas mudanças podem ser a respeito de sua atividade econômica, mudança de endereço, alteração do nome fantasia etc.


Porém, é muito importante que essas alterações constem em seu cadastro do MEI. Manter o cadastro atualizado garante ao empreendedor o direito de participar de ações do governo, acessar crédito nos bancos e se relacionar com outros parceiros que incentivam o desenvolvimento do seu negócio. 


Nesse artigo você vai saber mais sobre quais dados podem ser alterados e como atualizá-los para não perder nenhum benefício.



Quais dados do MEI podem ser alterados?


As alterações no cadastro do MEI podem ser feitas a qualquer momento a partir da sua formalização. Essas modificações são gratuitas e realizadas através do Portal do Empreendedor.


Os dados que você pode alterar são:


  • Endereço para atuação da atividade;

  • Documento de identidade;

  • Telefones e e-mail para contato;

  • Nome fantasia;

  • Capital social;

  • Atividades econômicas;

  • Forma de atuação.


Alguns pontos dessas mudanças precisam ter uma atenção especial, como é o caso da alteração de endereço. Caso esteja mudando a empresa para uma cidade diferente, é necessário entrar em contato primeiro com a prefeitura local e confirmar se sua atividade econômica possui algum tipo de exigência.

Pois a regulamentação de Uso e Ocupação de Solo, varia para cada município. Por isso, não deixe de fazer uma consulta prévia.


Agora, se o caso da alteração for sobre a atividade econômica é preciso entender em qual situação sua empresa vai se enquadrar. Se sua atividade foi extinta da lista de CNAEs permitidos pelo MEI e sua empresa vai permanecer prestando serviços dessa mesma ocupação, é preciso mudar para outro regime tributário.


Se sua empresa está migrando para uma ocupação econômica diferente, que conste na listagem dos CNAEs aceitos pelo MEI, o primeiro passo é excluir a atividade antiga e depois incluir a nova.


Também é bom ressaltar que, independente da alteração realizada, o número do seu CNPJ permanece o mesmo. Assim como os outros dados que não podem ser alterados como: razão social, CPF, data de nascimento e nome da mãe. Por isso, preste bastante atenção ao preencher esses dados.



Como atualizar o cadastro do MEI


O cadastro do MEI é atualizado online e gratuitamente através do Portal do Empreendedor. Podem ser feitas até 2 alterações por dia e em cada alteração podem ser modificados 8 campos diferentes. Ou seja, por dia, você pode realizar um total de 16 alterações.


Após concluir a alteração, um novo CCMEI - Certificado de Condição do Microempreendedor Individual é emitido. Esse é o documento que certifica e comprova a sua inscrição no CNPJ e na Junta Comercial do seu estado.


Aprenda agora o passo-a-passo para realizar o processo de alteração e atualização no cadastro do MEI.


  1. Acesse o Portal do Empreendedor:

  2. Vá em “Já sou MEI”;

  3. Clique em “Atualização Cadastral do MEI”;

  4. E, então, entre em “Solicitar”;

  5. Faça login informando os dados da sua conta de acesso único do governo (a conta deve ter o nível Prata ou Ouro);

  6. Atualize ou corrija as informações disponíveis;

  7. Clique em continuar;

  8. Na mensagem de confirmação, clique no botão Certificado para gerar o CCMEI atualizado.


Salve ou imprima esse certificado, ele é um documento importante para a sua empresa. Além de representar a situação atual de sua empresa, ele ainda evita problemas com município ou estado.



Como se cadastrar no MEI


Ainda não é MEI e tem vontade de se formalizar? O processo é muito simples e prático, pois é feito totalmente online.


  • Vá ao Portal do empreendedor e clique em “Quero ser MEI”;

  • Na próxima página clique em “Formalize-se”;

  • Faça login utilizando o número do seu CPF;

  • Preencha os dados solicitado no formulário - número do título de eleitor, duas últimas declarações de IR, CEP e local em que exercerá a atividade MEI;

  • Escolha a atividade principal CNAE - Classificação Nacional de Atividades Econômicas;

  • E, pronto! Seu cartão com o número do CNPJ será emitido.


Lembrando que ser um Microempreendedor Individual te dá vantagens como


  • Emissão de nota fiscal;

  • Formalização do negócio;

  • Benefícios da Previdência;

  • Tributação simplificada;

  • Linhas de crédito com juros reduzidos e etc.


Gostou desse conteúdo e quer saber mais sobre novidades contábeis para o MEI? Navegue pelo nosso blog e siga nossas redes sociais! A equipe ALX está pronta para ajudar a sua empresa a ir mais longe.


18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

6 dúvidas frequentes sobre o MEI

Hoje, a ALX Contabilidade e Gestão Financeira, traz para vocês algumas das dúvidas mais frequentes sobre o MEI - Microempreendedor...

Como abrir um MEI?

Saiba como abrir um MEI, o regime perfeito para o pequeno empreendedor que deseja sair da informalidade e investir mais em sua empresa

Commentaires


bottom of page